quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Ele tem ciúmes de nós!

EU NUNCA FUI E NUNCA SEREI UMA SEGUIDORA DE QUALQUER OUTRA COISA OU PESSOA ALÉM DO SENHOR JESUS CRISTO!


E se eu dizer que sim? É teens...
Em um primeiro momento é um pouco estranho associar a frase : 
“Ele tem ciúmes de nós!” 
Deus por meio de seu Espírito Santo tem ciúmes de nós!
Veja o que está escrito em Êxodo 20:4-5
"Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 
Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso..."
Note que nesse versículo Deus está falando sobre ser zeloso {ciumento}
Deus não só tem ciúmes de nós quando adoramos aos "supostos deuses"{ídolos}
O Espírito Santo é uma Pessoa e tem ciúmes de nós: Ou pensais que em vão diz a escritura: O Espírito que ele fez habitar em nós anseia por nós até o ciúme?(Thiago 4:5).
O maior desejo do Espírito de Deus é habitar dentro de nós a todo o momento. 
Ele não quer nos perder por nada nesse mundo e por isso tem ciúmes; quando deixamos de orar para assistir Tv, quando deixamos de ir a igreja para passear, quando deixamos de buscá-lo para dormir.
Ele tem ciúmes quando o colocamos em último plano! Pois quer ser o primeiro na nossa vida, O Espírito Santo é maravilhoso, adorado, magnífico e nos ama de verdade, Quer nos preservar, nos proteger! 
O Espírito Santo fica triste quando o desprezamos, quando o deixamos de lado. 
No entanto quando, O buscamos estamos sempre de coração cheio de alegria, porque Ele está perto, Está se sentindo o primeiro na nossa vida!
Deus não gosta quando dizemos que adoramos outras pessoas, pois só Ele quer ser adorado!
Ele quer ser amado por nós nas primícias em todos os sentidos...
Nossa família é importante, teu pai tua mãe tua irmã, mais ninguém pode ocupar o lugar de Deus, Ele é uma pessoa com a qual mantemos relações pessoais... 
Por assim dizer, o marido da nossa alma!
Porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.
O Espírito Santo não sente dores apenas em razão de nossos pecados...
Mas Ele sente também as nossas dores. Ele sente não somente as dores que nossos pecados causam nele, mas também sente as dores que sentimos, o Espírito Santo é uma pessoa porque tem uma mente que pensa, e pensa de maneira livre! Já ouviu falar de “paz mental''?
Paz mental nada mais é do que a harmonia entre o nosso pensar e o pensar do Espírito Santo, Quando pensamos numa direção diferente daquela na qual o Espírito de Deus pensa! 
A Bíblia nos revela que o Espírito Santo conhece os pensamentos do homem e até mesmo os pensamentos de Deus!
No versículo escrito isto:
“O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus”.
Pena que boa parte da igreja no mundo, não acredite mais que o Espírito Santo fala... 
Mas uma declaração do livro de Apocalipse que se repete várias vezes, acerca do Espírito Santo é: 
“Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas”.
O Espírito Santo é pessoa porque tem vontade! Uma prova bastante clara de que o Espírito Santo tem vontade, talvez seja aquela afirmação de que Ele distribui dons espirituais segundo seu próprio querer!
O Espírito Santo é realmente uma Pessoa, pessoa que sente...
Geme de dor, tem uma mente, conhece, ensina, tem vontade e ama.
Ninguém pode entristecer o vento, ninguém pode despertar ciúmes no fogo, nem produzir paixão nas águas...
Mas ao Espírito Santo é possível entristecer, enciumar, provocar dor...
O Espírito Santo é Deus vivendo em nós!

Existe um louvor assim:
“... Ele tem ciúmes de mim, e com seu amor sinto o teu toque em meio ao vento sinto sua misericórdia..."

Quando somos cheios do Espírito Santo nos sentimos que somos uma casa e que o Espírito Santo, mora em nós, não é simplesmente alguém que entra em nós e depois sai. Ele vem e fica. Além disso, Ele não está presente para energizar-nos a vida. Não! Uma força jamais pode calcular, jamais pode examinar, só uma pessoa pode fazê-lo, O Espírito Santo é um Ser que fala. Ora, uma força não pode falar, mas uma Pessoa, sim. 
Jesus diz que o Espírito Santo nos faria lembrar de tudo quanto o Senhor Jesus nos tem dito, Está a nos revelar uma face maravilhosa deste Professor e Mestre que é o Espírito Santo (algo que uma força não pode ser, como o vimos) Como também é um Mestre dedicado, um Professor comprometido com os Seus alunos, Espírito Santo reparte, como quer, os dons espirituais, ou seja, tem vontade! Tem autodeterminação, algo que jamais uma força pode ter, mas tão somente uma pessoa.Enfim, o que preciso destacar aqui é que Ele não aceita dividir você com nada nem ninguém,Ele deve ser nossa prioridade, Nunca Deus vai dividir você com o mundo nem com as coisas do mundo, Se optarmos em querer o mundo ou suas coisas nós tornamos inimigos de Deus!
É muito bom saber que Deus tem ciúmes de nós, pecadores, Ele zela por nós!
Mais temos que tomar sempre algumas atitudes.
Se sujeitar a Deus, olhar para Deus, e nos afastar do pecado e fugir.
Deus tire nosso prazer e coloque o Seu caráter em nós, Ele não vai invadir sua vida sem sua permissão, Ele só poderá tocar se você deixar que Ele o faça.

Devemos nós humilhar em sua presença, É isso que Deus espera que sejamos,sinceros com Ele! 
Ele sim sabe dos seus problemas mais precisa que você fale com sua própria boca e peça ajuda e Ele, Isto é necessário, Se humilhar na presença de Deus é ser o menor...
E ser o menor na presença de Deus é você ser cheio do Espírito Santo.
E agora teens, Deus tem ciúmes de nós ou não? O que Deus quer é que sejamos fiés a Ele.
Deus leva o relacionamento com o seu povo muito a sério, que tal levarmos a sério também? Quer fazer o Senhor sorrir? 
Seja fiél a Ele!

Deus, em sua essência de Amor Ágape (incondicional), resolveu criar o homem!
Revelar seu amor e não forçar este amor, seu amor na cruz foi a maneira que o Pai encontrou para criar um caminho de relacionamento com a humanidade!
Não é uma imposição ou uma obrigação esta amizade com Deus, mas quando nos comprometemos com Ele, Deus nos revela por meio do seu Espírito que Ele tem ciúmes de nós, não é um ciúmes marcado pela punição ou dor, e sim uma alerta sobre “quem pertencemos”!
Já dizia o pastor Roberson: Renúncia e santidade é dizer ao mundo a quem pertencemos (Jesus)! 
E se você pertence a Deus, saiba que todos os dias Ele te olha como sua esposa amada, a esposa que o Espírito Santo está preparando com santidade e pureza para o casamento com o Noivo Jesus, Puro e Imaculado, que só se casará com uma esposa que não o traiu em suas escolhas!
Não se engane, ou escolhemos nos relacionar com Deus e viver a plenitude de seu amor, ou escolhemos viver conforme o sistema deste mundo que é regido pelo próprio diabo.
Oro pra que o Poderoso e Sensível Espírito de Deus revele seu sentimento de ciúmes, e que isto o constranja a ser santo em todas as áreas de sua vida.
Oro para que esta simples revelação o leve a esperar todos os dias a volta de Jesus e declarar: 
Ora vem Senhor Jesus, o Espírito e a Noiva dizem Vem! 
Estou ansiosa para nosso Encontro, Eu sou Teu e Tu es meu! 
Porem meu coração está voltado unicamente a Ti, Meu Noivo!




A bíblia nos ensina e Deus deixa bem claro, A idolatria é considerada um dos maiores pecados, Desobedecendo as leis de Deus segundo os seus mandamentos, Não existe outros Deuses, DEUS É O DEUS DOS DEUSES! Segundo o Profeta Ezequiel;
ÍDOLOS NO CORAÇÃO FAZEM COM QUE DEUS SE RECUSE A OUVIR NOSSAS ORAÇÕES.
Vamos dar a Deus o lugar que merece nos nossos corações e retirar de lá todos os nossos ''ÍDOLOS'' Assim iremos conhecer o poder da oração respondida!

7 comentários:

  1. Muito bom!
    Que o espirito santo encha cada vez mais as nossas vidas!
    Deus abençoe! :D

    ResponderExcluir
  2. 1 Coríntios 13:4 “Como pode Deus ter ciúmes sendo que, este é uma obra da carne, e se Deus nos ama, o amor não arde em ciúmes!Ciumes não provem de Deus ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim menção de que Deus tem ciúmes; observe o texto de Ezequiel 8.3: “Estendeu ela dali uma semelhança de mão e me tomou pelos cachos da cabeça; o Espírito me levantou entre a terra e o céu e me levou a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava colocada a imagem dos ciúmes, que provoca o ciúme de Deus.”. Nessa ocasião o Espírito mostra ao profeta Ezequiel a idolatria em que o povo de Deus estava vivendo, distantes dos caminhos Dele. E vemos claramente que havia certa imagem, que em especial, provocava esse ciúme em Deus.

      (2) Porém, precisamos avaliar corretamente a forma ou o tipo desse “ciúme” que Deus tem. Estamos acostumados com a definição do que é o ciúme humano, que é definido pelo dicionário Priberam online como “1. Receio ou despeito de certos afetos alheios não serem exclusivamente para nós. 2. Inveja. 3. Receio.”. Nesse sentido o ciúme humano é algo doentio, que desequilibra mental e espiritualmente o ser humano e, muitas vezes, o leva a atitudes descabidas baseado nesse sentimento egoísta. Esse tipo de ciúme é chamado na Bíblia de obra da carne e não deve estar na vida do crente: “Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, …” (Gl 5.19-20 )

      Qual você quer? Escolha e clique:
      Teologia Sem Mensalidades - Curso Para Pregadores - Memorização da Bíblia - Ver Outros
      (3) Já esse ciúme atribuído a Deus em alguns versos da Bíblia, é algo bem diferente do ciúme humano pecaminoso, é algo como o “lado bom do ciúme”. Poderíamos compreender melhor esse significado usando o sinônimo “zelo”. Deus é zeloso pelo Seu povo e também pela Sua própria glória. Um dos dez mandamentos dados por Deus fala sobre isso: “Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem” (Ex 20. 5).

      (4) De nenhuma forma Deus demonstra nas Escrituras Sagradas um ciúme desequilibrado e que possa ser comparável ao ciúme humano. Ele é o Criador de todas as coisas, o Soberano, por isso, Seu zelo (ciúme) exige que Suas criaturas andem de acordo com Sua vontade. Esse zelo de Deus é uma proteção aos Seus filhos amados, que Ele não deseja que se percam e andem em caminhos contrários à Sua palavra. Não vemos na Bíblia menção de Deus tendo ciúmes por qualquer coisa sem sentido. A menção desse ciúme de Deus sempre está no contexto de quando o povo abandona o Senhor e segue outros deuses, causando justa indignação do Senhor. Deus é claro quanto a isso: “Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura.” (Is 42. 8). Esse é o ciúme de Deus mencionado na Bíblia.

      (5) Vemos também registrado na Bíblia, por exemplo, em Ezequiel 16.42 o ciúme de Deus como sinônimo da aplicação da sua ira contra os pecadores contumazes: “Desse modo, satisfarei em ti o meu furor, os meus ciúmes se apartarão de ti, aquietar-me-ei e jamais me indignarei”.

      (6) Assim, fica claro que não existe qualquer relação entre o ciúme atribuído a Deus, totalmente legítimo, e o ciúme que vemos presente no ser humano, descontrolado, que a Bíblia chama de obra da carne.

      Excluir
    2. sim menção de que Deus tem ciúmes; observe o texto de Ezequiel 8.3: “Estendeu ela dali uma semelhança de mão e me tomou pelos cachos da cabeça; o Espírito me levantou entre a terra e o céu e me levou a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava colocada a imagem dos ciúmes, que provoca o ciúme de Deus.”. Nessa ocasião o Espírito mostra ao profeta Ezequiel a idolatria em que o povo de Deus estava vivendo, distantes dos caminhos Dele. E vemos claramente que havia certa imagem, que em especial, provocava esse ciúme em Deus.

      (2) Porém, precisamos avaliar corretamente a forma ou o tipo desse “ciúme” que Deus tem. Estamos acostumados com a definição do que é o ciúme humano, que é definido pelo dicionário Priberam online como “1. Receio ou despeito de certos afetos alheios não serem exclusivamente para nós. 2. Inveja. 3. Receio.”. Nesse sentido o ciúme humano é algo doentio, que desequilibra mental e espiritualmente o ser humano e, muitas vezes, o leva a atitudes descabidas baseado nesse sentimento egoísta. Esse tipo de ciúme é chamado na Bíblia de obra da carne e não deve estar na vida do crente: “Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, …” (Gl 5.19-20 )

      Qual você quer? Escolha e clique:
      Teologia Sem Mensalidades - Curso Para Pregadores - Memorização da Bíblia - Ver Outros
      (3) Já esse ciúme atribuído a Deus em alguns versos da Bíblia, é algo bem diferente do ciúme humano pecaminoso, é algo como o “lado bom do ciúme”. Poderíamos compreender melhor esse significado usando o sinônimo “zelo”. Deus é zeloso pelo Seu povo e também pela Sua própria glória. Um dos dez mandamentos dados por Deus fala sobre isso: “Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem” (Ex 20. 5).

      (4) De nenhuma forma Deus demonstra nas Escrituras Sagradas um ciúme desequilibrado e que possa ser comparável ao ciúme humano. Ele é o Criador de todas as coisas, o Soberano, por isso, Seu zelo (ciúme) exige que Suas criaturas andem de acordo com Sua vontade. Esse zelo de Deus é uma proteção aos Seus filhos amados, que Ele não deseja que se percam e andem em caminhos contrários à Sua palavra. Não vemos na Bíblia menção de Deus tendo ciúmes por qualquer coisa sem sentido. A menção desse ciúme de Deus sempre está no contexto de quando o povo abandona o Senhor e segue outros deuses, causando justa indignação do Senhor. Deus é claro quanto a isso: “Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura.” (Is 42. 8). Esse é o ciúme de Deus mencionado na Bíblia.

      (5) Vemos também registrado na Bíblia, por exemplo, em Ezequiel 16.42 o ciúme de Deus como sinônimo da aplicação da sua ira contra os pecadores contumazes: “Desse modo, satisfarei em ti o meu furor, os meus ciúmes se apartarão de ti, aquietar-me-ei e jamais me indignarei”.

      (6) Assim, fica claro que não existe qualquer relação entre o ciúme atribuído a Deus, totalmente legítimo, e o ciúme que vemos presente no ser humano, descontrolado, que a Bíblia chama de obra da carne.

      Excluir
  3. A palavra zelo no dicionário é cuidar e não ciumes. concordo com vc Juliana.

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca tinha pensado nisso, hoje uma colega me perguntou se Deus tem cíumes da gente e respondI a ela que sim, pois alguém havia dito a ela que Deus tem ciúmes dela, e ela me perguntou se era verdade, procurei ajuda na internet e encontrei este diário que me ajudou muito a esclarecer a dúvida dela, gostei muito excelente.

    ResponderExcluir